Hospital Parque Belém

Hospital Parque Belém
Hospital Parque Belém - Vista da Parte Fronteira
Minha foto
Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil

sábado, 13 de maio de 2017

Colégio Rosário 113 Anos - O Berço da PUCRS


     O Colégio Nossa Senhora do Rosário de Porto Alegre, é um dos maiores e mais tradicionais educandários confessionais do Rio Grande do Sul.
Vista aérea, tomada em 2016, mostrando a área atual do Colégio Rosário
 Imagem retirada do Google Maps
Padre Champagnat - 1838
Padre Champagnat em sua casa na França - Litografia de 1830 




     A Congregação Marista, fundada na França pelo Padre Marcelino José Bento Champagnat (1789 – 1840), veio para o Brasil em 1897, fixando-se inicialmente em Congonhas do Campo, Minas Gerais.



Vista Geral de Congonhas do Campo - MG - Fotografia de 1904

      A abertura da denominada “Província Marista Meridional” ocorreu em 1900, após o empenho pessoal do Bispo do RGS Dom Claudio José Gonçalves Ponce de Leon (1841 - 1924) que foi um grande incentivador para a vinda de congregações religiosas para o estado.
Dom Cláudio José Gonçalves
 Ponce de Leon
Foto:  Atelier Ferrari - 1890




Rio Grande - RS - 1905
Postal da Fotografia Teixeira
     Neste contexto, os Irmãos Weibert, José e Domingos, chegaram ao porto de Rio Grande em julho de 1900. Seu destino final era a cidade de Bom Princípio onde a comunidade teuto-brasileira já os esperava para que lá organizassem a primeira escola, cuja sede própria foi fundada já no início de 1902.
Os três Irmãos Maristas que saíram da França em 1900 para fundar
 a Congregação Meridional.

Imagens da época da chegada ao Brasil
Fotografia do dia da inauguração - 19 de outubro de 1902 - 
da Casa Marista e Colégio em Bom Princípio - RS. 
Os irmãos fundadores estão marcados por asterísticos 
vermelhos estando o Ir. Domingos (E), Ir. Weibert (C) e Irmão José (D). 
Na imagem ainda aparece, sentado, ao centro, o Bispo D.Claudio Ponce 
de Leon e demais membros da comunidade Teuto-brasileira da cidade. 
Imagem de autor não identificado.


O NASCIMENTO DO ROSÁRIO   

Igreja do Rosário
Imagem Studio Os2 - 1948
Padre Hipólito Costabile
Atelier Barbeitos - 1910
     Os Maristas iniciam suas atividades em Porto Alegre no ano de 1904, por solicitação do Padre Hipólito Costabile, vigário da Igreja Nossa Senhora do Rosário na Rua Vig. José Inácio (Rua do Rosário). As aulas começaram em março de 1904, em salas da própria igreja, vindo desta localização inicial, o nome “Colégio Nossa Senhora do Rosário” até os dias atuais.



Vista da parte das salas
que ficavam nos fundos
da Igreja do Rosário.
 Autor não identificado -
1905 
Vista da parte das salas que ficavam nos fundos
da Igreja do Rosário. Um dos Irmãos aparece junto
à porta que, possívelmente, dava acesso a um
pequeno pátio.

 Autor não identificado -1905 














     

     O crescimento da instituição foi muito rápido tanto que o espaço destinado já era insuficiente em 1908, quando foi decidido alugar uma casa na Rua Riachuelo (antiga Rua da Ponte) no local do número 1324 (numeração atual), próximo da esquina com a Av. Borges de Medeiros. Foi neste endereço que se iniciaram os Cursos Comerciais do Rosário.
Fotografia, tomada em 1952, quando ainda estavam de pé as dias casas
(destaque em amarelo)que foram ocupadas pelo
Rosário a partir de 1908 até 1912 na Rua Riachuelo. 
Nesta montagem, utilizando uma imagem atual da Rua Riachuelo, foi adicionada
a parte frontal da casa de 1908. A casa ficava onde atualmente tem a numeração 1324.
Montagem do autor
      Em 1912, o espaço ficou ainda mais exíguo, pois o aumento do número de alunos com a abertura dos Cursos Comerciais foi muito grande. A Congregação arrenda várias salas da Cúria Metropolitana (na Rua Espírito Santo) e as aulas do ano letivo de 1913 já se iniciam no novo endereço. O Rosário funcionou na Cúria até 1927. Neste período, o Irmão Weibert era o Diretor e, sob a sua orientação e incentivo, lá funcionou um “Tiro de Guerra” formando várias turmas de reservistas para o Exército Nacional.
Tela de José Lutzenberger (1882 - 1951) - década de 20
Mostra a Cúria Metropolitana de porto Alegre
vista desde a Rua Demétrio Ribeiro
Grupo de alunos e professores no pátio interno da Cúria na década de 20.
O Irmão Weibert aparece bem a direita na imagem.

Área interna da Cúria
que serviu de pátio
para os alunos durante
o tempo  em que lá
funcionou o colégio.
Quadro de reservistas do "Tiro de Guerra"
Turma de 1919 



Imagem raríssima, tomada no interior de uma das salas de aula
utilizadas pelo Rosário na Cúria Metropolitana.
Imagem tomada em 1916 por Ernesto V. Ramos


O número de alunos continuava a crescer e os espaços locados da Cúria ficaram pequenos. Neste contexto, a Congregação resolve adquirir uma área na Avenida Independência nº 359, quase esquina com a Praça Dom Sebastião. Na área, foi construído um edifício de alvenaria com dois pavimentos e com espaço para abrigar os alunos e também servir de moradia para os Irmãos que faziam parte da direção e corpo docente do Rosário. O Rosário passa a funcionar neste endereço em 1928.
Ímagem aérea, tomada a bordo do Atlântico  - P-BAAA - da Varig em 1928,
mostrando a área recém adquirida pelos Maristas na Av. Independência.
Pela imagem, se observa a primeira edificação - com frente para a
 Independência - e o terreno  restante. Na esquina com a Praça Dom Sebastião
 ainda existia uma residência que posteriormente foi adquirida pela Congregação.
Imagem tomada por volta de 1934, mostrando o primeiro edifício
construído pelo Rosário na Independência em 1927-28. Quando desta
 imagem, o telhado já havia sido modificado.
O prédio do Rosário visto do alto
de uma das torres da Igreja Conceição
Fotografia de  Wolfgan H. Harnisch Fº - 1939
Imagem tomada da Av. Independência
por volta de 1948. Observa-se que já
tinha ocorrido a construção de um
edifício ao lado do prédio original,
este ocupando a esquina com
a Praça Dom Sebastião

     Com o passar dos anos, esta edificação foi ampliada algumas vezes e depois, na década de 30 e 40, foram adquiridos alguns terrenos vizinhos e construídos os edifícios que até hoje existem no local, com frente para a Independência e também para a Praça Dom Sebastião.
Vista aérea tomada em 1949 mostrando a área ocupada pelo Rosário e, nesta data,
também pela PUCRS. Observa-se que a estrutura passa do alinhamento da Praça
porque nesta época ainda não tinha sido aberta a Rua Irmão José Otão que acabou 
por ligar a Vasco da Gama com a Sarmento Leite e cortando a área em duas partes.
Foto Canazaro
A mudança para a sede própria da Av. Independência a partir de 1928, permitiu a criação de canchas e campos dedicadas a vários esportes que alcançaram destaque em várias competições intercolegiais.
Equipe de Futebol do
 Rosário em 1928


Jogo de futebol em um
dos campos - 1948

A comunidade Marista do Colégio Rosário em 1949
Vista aérea do Rosário e também da PUCRS em 1949
Foto Canazaro
Em 1950, juntando os alunos dos cursos primário, ginasial, científico e faculdades, o número ultrapassava quatro mil.

O NASCIMENTO DA PUCRS

     O Diretor do Colégio Rosário em 1931 era o Irmão Afonso - um dos grandes beneméritos da Congregação e considerado o "pai da PUCRS". Foi dele a iniciativa de criar a Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas que foi a primeira  a formar a futura Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS.


Imagem mostrando parte da Praça Dom Sebastião e
 na qual aparece, indicado pela seta, o prédio onde
primeiramente funcionou a Faculdade de
Ciências Políticas e Econômicas
 - o embrião da atual PUCRS

Fotografia de  Wolfgan H. Harnisch Fº - 1939
O Irmão Afonso é
o "Pai da PUCRS"
 pois foi dele
a ideia de criar a
primeira faculdade -
a de Ciências
Políticas e Econômicas
Fotografia de 1940

Fotografia (colorizada eletronicamente) e que mostra o primeiro prédio onde
funcionou a Faculdade de Ciências Políticas e Econômicas. Situava-se onde,
 atualmente, está construído o prédio que faz esquina com a  Rua Irmâo José Otão.
Fotografia de 1933
Imagem na qual aparece o primeiro Corpo de Docentes da Faculdade de
Ciências Políticas e Econômicas. Os asterísticos mostram respectivamente
o Irmão Weibert (vermelho) e o Irmão Afonso (verde)
Fotografia tomada em 1932
Esta fotografia mostra a primeira turma de formados no  Bacharelado da
 Faculdade de  Ciências Políticas e Econômicas 

     Entre 1931 e 1948 foram criados ainda os cursos de Filosofia, Direito e Serviço Social. Com estes cursos foi possível solicitar ao MEC a constituição de uma Universidade. Assim, através do Decreto nº 25.794, de 9 de novembro de 1948, assinado pelo presidente Eurico Gaspar Dutra, as faculdades passaram a constituir a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. É importante ressaltar que foi a primeira criada pelos Irmãos Maristas em todo o mundo. 

     O primeiro Reitor foi o Prof. Armando Pereira da Câmara tendo como Vice-Reitor, o Irmão José Otão que passaria a ocupar a reitoria entre 1954 e 1978.
Prof. Armando Pereira da Câmara
1º Reitor da PUCRS
Fotografia de 1948
Corpo Docente Marista da PUCRS em 1948
O asterístico vermelho marca o Irmão José Otão que, em 1954 seria eleito
Reitor, ocupando a direção máxima da Universidade até 1978. Foi a reitoria

mais longeva da história da Universidade
A Universidade dividiu espaço com o Colégio Nossa Senhora do Rosário até 1960. Com a necessidade de desenvolver a Instituição, surgiu a ideia de construção do Campus Universitário nos terrenos do Instituto Champagnat, de propriedade da Congregação, localizado até hoje na Av. Ipiranga.

     A PUCRS atualmente, é a maior universidade particular do RGS e uma das maiores do Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e e-mail!