Hospital Parque Belém

Hospital Parque Belém
Hospital Parque Belém - Vista da Parte Fronteira
Minha foto
Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Banco da Província - O Primeiro Banco do Rio Grande do Sul

 As Primeiras Agencias do Banco da Província em Porto Alegre
A primeira agencia bancária do estado do Rio Grande do Sul funcionou neste sobrado que se situava na esquina da Rua dos Andradas com a Marechal Floriano. Foi inaugurada em 01 de julho de 1858.
A fotografia foi tomada em 1875.
Fotografia tomada em 1885 no interior da 1ª agencia do Banco da Província em Porto Alegre.  
O Presidente da Província João Lins Vieira Cansanção de Sinimbu empenhou-se pessoalmente na organização inicial do Banco da Província. Governou a Província entre 02 de dezembro de 1852 e 01 de julho de 1855.
Neste prédio, (assinalado pela seta vermelha) que ficava situado na Rua dos Andradas em frente a Praça da Alfandega e ao lado do edifício denominado Palacete Chaves, se instalou a segunda agencia do Banco da Província em Porto Alegre. O edifício foi comprado pelo Banco em 1862. Em 1885 o Banco vendeu o edifício para o Coronel Manuel Py que, em 1913, ali instalou o Banco Comercial Franco-Brasileiro do qual foi fundador e diretor-presidente.
Fotografia de Hugo Freyler
 As duas fotografias acima mostram a terceira agencia do Banco da Província em Porto Alegre. O banco passou a operar neste endereço no dia 08 de março de 1885. O prédio ficava situado na esquina da Rua Sete de Setembro com a General Camara e a partir de 1916 foi ocupado pela primeira agencia do Banco do Brasil em Porto Alegre como mostra a fotografia abaixo.
Ambas as fotografias são de 1912.
 Fotografia de Hugo Freyler - 1916
Esta fotografia, tomada em 1900 mostra o interior da terceira agencia do Banco da Província na esquina da General Camara com a Sete de Setembro.

6 comentários:

  1. Sou a aula Bruna Mazutti, da turma 201 da escola Inácio Montanha. Como estamos efetuando um trabalho sobre modificações das paisagens urbanas, escolhi a foto acima para ilustrá-lo. Parabéns e muito obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Olá tenho uma especie de conjunto de adagas de prata que estão na família a muitos anos, nas adagas vem escrito Banco da Província do Rio Grande do Sul e vem o ano gravado, nela diz 1858. Queria saber se tem algum acervo que guarde essas relíquias!

    ResponderExcluir
  3. Este prédio que hoje é Santander Cultural, pelo que sei, nunca foi Banco da Província. A agência Centenária de Sulbrasileiro(1972) até joje como Santander, situada esquina Sete de Setembro com Uruguai, esta sim era matriz do Banco da Província, era um prédio maravilhoso e inclusive foi moradia de funcionários do Província e na outra esquina da Sete de Setembro com Gal.Câmara ficava o Sulbanco. Inclusive no sita da Procempa consta que o atual Santader Cultural foi Banco Nacional do Comércio. Conheci muitas pessoas que trabalharam nestes bancos, daí fica a dúvida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O anônimo acima, está correto quando a localização da antigas matrizes dos três bancos, que em 1972 fundiram-se para ser o Sulbrasileiro, o qual passou a operar a partir de 01.01.1973 A imagem que consta no site da Wikipedia possui incorreções quanto ao Província, inclusive a foto mostra a sede do antigo Banco Nacional do Comércio, hoje Centro Cultural Santander. Sou João Túlio Pereira Dias, funcionário do Província desde 1962, aposentado em 1992, quando já era Banco Meridional do Brasil.

      Excluir
    2. Oi sr João!
      Estou procurando registros de Rubens Cristello. Teria sido ecônomo no restaurante, eu imagino, que o prédio teria então. Soube que era famoso o salão de eventos.
      Sabe me dizer onde procurar ou com quem? Muito obrigada!
      Sou Patrícia Torres e tenho foto com 4 anos de idade levando as alianças de um casamento realizado nesse lugar. Mas só sei que o pai da noiva era O sr. Rubens.

      Excluir
  4. Informações e imagens de inestimável valor. Agradecer é pouco por tantos resgates. Parabéns, Dr. Ronaldo Bastos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e e-mail!