VARIG - 90 anos

VARIG - 90 anos
Vista Aérea do Colégio Rosário e Arredores - 1949
Minha foto
Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brazil

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

A Introdução do Cinema em Porto Alegre - Parte I

Anúncio e Local da Primeira Exibição de Cinema no Rio Grande do Sul
A esquerda o anúncio na imprensa local da primeira apresentação de uma película cinematográfica em Porto Alegre. A direita uma fotografia da Rua dos Andradas no trecho em frente à Praça da Alfandega. O ponto vermelho na fotografia mostra exatamente o prédio onde se localizava a Drogaria Jouvin que sediou o evento. O local corresponde  mais ou menos onde hoje se localiza o edifício do Clube do Comércio

Francisco de Paola S. Xavier

Francisco de Paola S. Xavier foi o responsável pela primeira exibição de cinema realizada em Porto Alegre no dia 05 de novembro de 1896. Este mesmo empresário tinha estado no Rio de Janeiro 3 meses antes onde fez apresentações com seu aparelho. Após alguns dias na cidade segue para Pelotas-RS onde lá, em 26 de novembro, faz apresentações com seu cinematógrafo.
Um dos 3 filmes que fazia parte desta primeira apresentação é " A Dança Serpentina" de Thomas Edison. Clique no vídeo abaixo para ve-la.

video

Teatro do Parque

Foi inaugurado no recinto da Exposição de 1901 no dia 19 de outubro daquele ano. Foi empresado pelo Sr.Domingos Martins Pereira e Souza. Realizava espetáculos ao ar livre como se pode observar pelas duas fotografias acima e muitas vezes eram montadas apresentações com cinematógrafo.Mesmo com o término da Exposição o teatro continuou a promover espetáculos que, segundo registros, foram até  1912.

Cartaz Anunciando Apresentação de Cinematógrafo no Teatro do Parque

Anúncio retirado do Correio do Povo em 16 de maio de 1903 convidando para a apresentação do Biógrafo aperfeiçoado trazido a Porto Alegre pelo Empresário José Barrucci no Teatro do Parque.
Quer ver uma animação fotográfica de uma apresentação de cinema no Teatro do Parque? Clique no vídeo abaixo
video

Cinema na Exposição de 1901

A Exposição Estadual de 1901 foi realizada nos terrenos que ficam atrás da antiga Faculdade de Engenharia e atualmente ocupados por alguns prédios do antigo Campus da UFRGS. Uma grande tela foi colocada nos fundos da Engenharia e nela, em algumas noites, eram apresentadas películas cinematográficas. Era um ambiente muito aprazível principalmente nas noites de verão e  os espetáculos tinham afluencia de grande público.
Voce quer ver uma animação fotográfica que mostra o cinema na Exposição Estadual  de 1901?
Então clique no filme abaixo

video

Georges Renouleau

Georges Renoleau era fotógrafo de profissão. Em 1870 esteve estabelecido em Porto Alegre com um estúdio fotográfico na rua Marechal Floriano( Rua de Bragança) nº 196. Por volta de 1890 muda-se para São Paulo onde monta um estúdio e casa com a filha de outro fotógrafo, o frances Jules Martin. Voltou a Porto Alegre como empresário cinematográfico e realiza a segunda exibição de cinema na capital no dia 8 de novembro de 1896.

Lanterna Mágica

A Lanterna Mágica é a mais antiga forma de projeção de imagens desenvolvida. Era semelhante ao projetor de slides moderno. Os slides(E) eram feitos em vidro e geralmente pintados a mão. Muitos, preservados até hoje, mostram verdadeiras obras de arte com desenhos coloridos de rara beleza. Muitas vezes foram produzidas histórias que eram passadas com uma narração ao vivo.
As primeiras exibições com Langterna Mágica em Porto Alegre ocorreram no Teatro São Pedro.
video
Clique no filme acima para ver a simulação de uma delas

Sociedade Bailante e Teatro São Pedro


A Sociedade Bailante e o Teatro São Pedro ficavam muito próximos um do outro. Na verdade menos de 50 metros os separavam. Muitas vezes foram anunciados espetáculos nos quais o cinematógrafo era complementar, geralmente apresentado nos intervalos das peças teatrais e das óperas. A Bailante foi demolida em 1926 e no local se encontra atualmente o Palácio Farroupilha ( Assembléia Legislativa do RGS).

Teatro Polytheama

Esta fotografia, tomada por um fotógrafo amador ( Herr Colembusch) mostra o Teatro Polytheama um ano após a sua construção que ocorreu em 1898. Neste lugar, bastante modificado pelos sucessivos aterros, encontra-se hoje o edifício Coliseu na Praça Rui Barbosa. Muitas exibições de cinema ocorreram neste teatro.O Politheama teve vida curta pois consta que por volta de 1907 foi condenado pelos engenheiros por estar com as fundações de madeira apodrecidas. Foi demolido no ano seguinte e em seu lugar foi erguido o primitivo Cinema Coliseu

Cinema no Circo das Touradas

O Circo das Touradas foi um dos locais onde se realizaram exibições de cinematógrafo. Localizado no antigo Campo da Redenção, realizava espetáculos de touradas mas também outras atrações tais como ginastas,mágicos,cançonetistas, etc.
Voce quer ver uma animação fotográfica que mostra o cinema no Circo das Touradas?
Então clique no filme abaixo

video

Mutoscópio

O mutoscópio antecedeu ao cinema. Era um conjunto de desenhos (ou fotografias)  que quando passadas em sequencia, davam a ilusão do movimento. Foram fabricados vários tipos, desde modelos maiores(E) como pequenos(D). Eram na verdade desenhos animados.

O Zoopraxiscópio
Semelhante ao mutoscópio, era composto por um disco com desenhos. A rotação do disco no interior de um visor dava a sensação de movimento. Abaixo mostramos um disco de Zoopraxiscópio que apresenta um casal dançando.
Voce quer ver um filme que mostra o que o usuário deste aparelho observava  na verdade?
video
Então clique no vídeo acima

Kinetoscópio e Kinetofone

O Kinetoscópio(direita) foi na verdade o primeiro equipamento desenvolvido por Thomas Edison para vizualização de filmes. Era equipamento de uso individual e não projetava as imagens.
O Kinetofone agregava a possibilidade de ouvir sons simultaneamente com o desenrolar do filme. Era dotado de uma espécie de fone de ouvido.
video
Se voce quer conhecer melhor o funcionamento de um Kinetoscópio( Cinetoscópio), clique no filme acima

Cinematógrafo Lumiére

Este foi o cinematógrafo desenvolvido pelos Irmãos Lumiére quando apresentaram em 1895 o cinema nas bases em que ele é ainda hoje. Os Lumiére foram os primeiros a projetar uma película cinematográfica permitindo que a mesma fosse assistida ao mesmo tempo por centenas de expectadores.
video
Acima, postamos um filme colorizado a mão pelos próprios Lumiere em 1896. Trata-se do 1º filme colorizado feito no mundo e mostra uma mulher dançando.A narração é feita por Auguste Lumiere. Uma relíquia

                                                                                                         

Biógrafo Aperfeiçoado

Este aparelho, denominado Biógrafo aperfeiçoado, foi desenvolvido originalmente por Herman  Casler em 1896 e trabalhava com filmes de bitola 60mm. Foi largamente utilizado durante alguns anos sendo que alguns exibidores o trouxeram a Porto Alegre por volta de 1900.

Lanterna Mágica e Cinematógrafo

As lanternas mágicas eram utilizadas em algumas aulas de colégios e universidades(E). Na gravura da direita um modelo de lanterna dupla combinada com cinematógrafo. Permitia a projeção simultanea de imagens fixas e filmes.

Filmadoras Debrié e Pathé

As filmadoras francesas Debrié(E) e Pathé(D) foram as mais utilizadas nas primeiras produções de filmes brasileiros juntamente com as Williamsons inglesas e as alemãs Ernemman.
A fotografia abaixo mostra Alfonso Segreto, sobrinho de Paschoal Segreto que foi o primeiro a produzir filmes no Brasil a partir de 1898. A foto também serve para mostrar os equipamentos utilizados na época. A fotografia é de 1899

Fonte: No Tempo da Manivela - Jurandyr Noronha , Ed. Embrafilme,Ebal e Kinart , 1987

Projetor Gaumont e Lampada de Arco Voltáico

Estes dois desenhos mostram equipamentos utilizados por volta de 1910 e fabricados pela Pathé. Na direita observamos um equipamento de Arco Voltáico que era utilizado anteriormente às lampadas incandescentes. Produziam luz abundante mas necessitavam de transformadores, reostatos e outros equipamentos para manter a luminosidade constante.O desenho da esquerda mostra um projetor utilizado mais em clubes, colégios,universidades e também por algumas poucas famílias muito abastadas.

Aparelho Misto com Lanterna e Cinematógrafo

Este aparelho, fabricado no final do séculoXIX combinava projeções fixas com cinematográficas bastando girar a parte frontal e posicionar o tipo de projeção desejada.

Cinematógrafo e Projetor Fixo com Espelho Refletor

Neste desenho observamos um aparelho destinado a projeções fixas e também cinematográficas. Observar que
a projeção fixa era feita através de um espelho refletor o que permitia combinar os filmes com ela alternadamente.

Cinematógrafos Pathé e Gaumont

Duas importantes indústrias de equipamentos foto-cinematográficos se formaram na Europa no início do Século XX. Uma delas a Pathé(D) e outra a Gaumont(E). Milhares de salas de cinema pelo mundo inteiro estavam equipadas com estes aparelhos. 

Grupo Gerador e Reostatos de Controle

Quando as projeções ocorriam em locais desprovidos de força elétrica compatível com os equipamentos de arco voltáico, era necessária a utilização de geradores como este que aparece no desenho acima. Abaixo alguns tipos de reostatos e comandos utilizados para controle da incandescencia do arco voltáico.

Primeiras Filmadoras

A filmadoras primitivas necessitavam de ambientes escuros para realizar a substituição do filme.As primeiras não possuiam visor óptico e sim um pequeno quadro onde se enquadrava a cena.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

A Evolução da Malha Ferroviária do Rio Grande do Sul

O Saudoso Trem Minuano da Linha Porto Alegre a Uruguaiana
O chamado "Trem Minuano" deixou saudades quando de sua extinção em fevereiro de 1996. Fazia a linha entre Porto Alegre e Uruguaiana e tinha excelentes acomodações para passageiros da primeira classe como este carro restaurante que observamos na fotografia inferior.As locomotivas eram modernas e movidas a Diesel.
Panorama da Estação Ferroviária de Porto Alegre - 1958
Nesta fotografia aérea observamos as instalações da V.F.R.G.S. em Porto Alegre bem como a antiga estação chamada de "Castelinho" por sua torre e ameias. Desta estação partiam todos os trens que deixavam a capital. Após sua demolição os serviços foram transferidos para uma terceira estação situada na Voluntários da Pátria um pouco mais adiante do que esta  que foi demolida em 1970. Demolida  também esta terceira estação em 1983,  os serviços que ainda restavam passaram para a  Diretor Pestana que foi a quarta e última estação férrea de Porto Alegre.
No detalhe abaixo, a área de nossa segunda estação férrea. Esta área  hoje encontra-se ocupada por um estacionamento na parte fronteira a Estação Rodoviária.

Carros Motor na Estação do Riacho

A V.F.R.G.S. a partir da década de 40 passou a utilizar carros motor movidos a Diesel em algumas linhas de percurso mais curto. Saiam da Estação do Riacho e também da Estação Ildefonso Pinto. São Leopoldo era uma das localidades que eram servidam por este tipo de veículo.

Marcelino Ramos - O Portal Ferroviário do Rio Grande do Sul

A cidade de Marcelino Ramos fica situada às margens do rio Uruguai na divisa do RGS com Santa Catarina. A estação da cidade foi inaugurada em 30 de agosto de 1910 mas a ponte somente foi aberta ao tráfego em 1913. Todos os trens que chegavam do centro do País entravam por Marcelino Ramos. A circulação de trens de passageiros cessou em 1980. Os que conhecem Marcelino Ramos dizem que se trata de um local mágico. Confesso minha vontade de um dia ainda chegar por lá.
Fotografia superior: 1940
Fotografia inferior; 2005

A Estação Férrea de Itaqui - 1903

Um trem está parado na velha estação de Itaqui. Foi inaugurada no dia 30 de dezembro de 1888 e foi desativada em 1974.

A Estação de Pelotas e Seu Abandono Atual

Este é o lamentável estado de abandono em que se encontra a outrora importante estação da cidade de Pelotas-RS. Foi uma parada muito movimentada da estrada de ferro  Rio Grande - Bagé. Esperamos que a municipalidade pelotense se espelhe em outras prefeituras que fizeram projetos de preservação e revitalização e  não deixe ruir este patrimonio histórico da "Princesa do Sul".

Duas Pontes Férreas Importantes

Na fotografia superior um trem passa sobre a ponte do Rio Piratiní, uma das tantas que existiam na Estrada de Ferro Rio Grande - Bagé. 
Na fotografia inferior a ponte sobre o Rio Ibicuí no trecho entre Uruguaiana e Itaqui


Fotografia superior: 1924
        Fotografia inferior: 1903

Estação Primitiva de Carazinho em 1920


A estação de Carazinho foi inaugurada em 15 de novembro de 1897. Em 1930, a estação foi ponto de reunião de trens e  soldados que se dirigiam para o norte do país para o apoio a Vargas durante a revolução de 30. Em 1937, o velho e histórico prédio foi posto abaixo e em seu lugar construído um novo, que é o atual. Funcionou como estação da ALL( América Latina Logística) por algum tempo, mas em 2002 já abrigava um depósito de materiais de construção. A vila ferroviária, chamada de Vila Itararé, abriga ainda ex-ferroviários.



Inauguração da Estação de Ijui - 1911

Nesta fotografia um momento de euforia para Ijui que foi a inauguração em 11 de outubro de 1911 de sua linha férrea e também de sua estação ferroviária. Até 1982, trens de passageiros ainda passavam nesta estação.

Estação Férrea de Cruz Alta - 1914

A Estação de Cruz Alta, na Estrada de Ferro de Santa Maria a Marcelino Ramos foi inaugurada em 20 de novembro de 1894. A América Latina Logística(ALL) opera com trens que saem diariamente de Cruz Alta em direção ao Porto de Rio Grande levando principalmente combustível,fertilizantes e cimento.

Estação Férrea de Santo Ângelo - 1930

A Estação Férrea de Santo Ângelo foi inaugurada em 16 de outubro de 1921 no ramal de Santo Ângelo da Estrada de Ferro Santa Maria a Marcelino Ramos. Preservada e restaurada o local abriga o “Memorial Coluna Prestes”, primeiro no país a homenagear a Grande Marcha, cujas primeiras reuniões aconteceram neste local, em 1924. Junto ao prédio da antiga Estação Ferroviária está o Museu Ferroviário de Santo Ângelo e o Monumento “A Coluna Invicta” do artista carioca Maurício Bentes. Um local a ser visitado

Estação de Caxias do Sul


     A fotografia superior mostra o dia da inauguração da Estação de Caxias com a chegada do primeiro trem à cidade. Foi no dia 1º de junho de 1910.Na fotografia inferior aparece a estação por volta de 1913 em fotografia aquarelada . A estação de Caxias do sul foi desativada em 1978 e atualmente encontra-se preservada e restaurada. Suas características arquitetonicas originais são muito semelhantes as da Estação de Santa Cruz do Sul. Algumas reformas, alteraram a arquitetura original. 

Estação de Santa Cruz do Sul - 1906

Belíssimo postal aquarelado mostrando a Estação Férrea de Santa Cruz do Sul. Foi inaugurada em 15 de dezembro de 1905 e desativada em 1965. O ramal para Santa Cruz se iniciava em Ramiz Galvão( Estação do Couto) na Estrada de Ferro Porto Alegre a Uruguaiana e tinha 31 quilometros de linha férrea. Após a desativação, a bela estação passou muitos anos abandonada e ameaçada de demolição. Felizmente foi restaurada e hoje abriga um centro cultural.

O Ramal de Montenegro a Caxias do Sul

A linha Porto Alegre-Caxias foi aberta no trecho entre a Capital e São Leopoldo em 1874, como a primeira ferrovia do Estado. Em 1876 foi prolongada até a estação de Novo Hamburgo. Em 1905, a Compagnie Auxiliaire assumiu a linha. Apenas em 1909 a linha teve continuação, partindo da Estação Rio dos Sinos, 7 km antes de Novo Hamburgo e chegando até Carlos Barbosa, e, no ano seguinte, até Caxias (Caxias do Sul). Em 1920 a linha foi assumida pela VFRGS. Foi desativada nos anos 1980.
Na fotografia superior(1908) parte das obras do ramal  para Caxias do Sul. Na fotografia inferior( 1910) a Estação de Montenegro que atualmente encontra-se preservada e restaurada sediando a "Estação da Cultura" de Montenegro-RS.

Estação de Cachoeira do Sul - 1910

A cidade de Cachoeira do Sul foi o ponto terminal do primeiro trecho da Estrada de Ferro Porto Alegre a Uruguaiana. Foi inaugurada em 7 de março de 1883 e desativada em 1973 quando foi construída uma nova estação no Bairro Oliveira. Foi demolida em 1975.

Estrada de Ferro Porto Alegre a Uruguaiana

A fotografia superior(1900) mostra um trecho em construção da Ferrovia Porto Alegre a Uruguaiana.Na fotografia inferior ( 1912) mostra o primeiro prédio inaugurado no dia 20 de agosto de 1887. Em 1945 foi construída uma nova estação ao lado desta. Atualmente encontra-se em abandono. A nova estação foi desativada em 1996 quando no dia 4 de fevereiro saiu, em direção a Porto Alegre, o último trem de passageiros a trafegar no Rio Grande do Sul.

A Vila Belga nos Dias de Hoje

Estas duas fotografias, tomadas na atualidade mostram o aspecto preservado e bem cuidado da Vila Belga em Santa Maria-RS. Atualmente a Prefeitura realiza a primeira fase de um projeto de  retirada da camada asfáltica das ruas e a recuperação dos paralelepípedos que estão embaixo dela. A segunda fase melhorará a infra-estrutura, incluindo canalização de uma sanga subterrânea sob as casas – 40 delas geminadas – e alargamento das calçadas. Além disso, será restringido o tráfego de veículos pesados.
Cada rua de acesso à Vila Belga receberá pórtico de entrada em forma de trilhos e uma das vias será transformada em calçadão. A recuperação das fachadas das residências, por meio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC), está prevista na terceira etapa da revitalização. Por último, o projeto inclui a instalação de um museu, de auditório e a construção de um restaurante. Os recursos para a obra são do Ministério do Turismo.
Aí temos o exemplo de uma iniciativa realmente de "primeiro mundo" da municipalidade de Santa Maria-RS. PARABÉNS

Estação Férrea de Santa Maria - 1909


Uma das mais importantes estações férreas do Rio Grande do Sul. Inaugurada em 13 de outubro de 1885 pela Estrada de Ferro Porto Alegre a Uruguaiana e a partir de 1894 foi o ponto incial da Estrada de Ferro Santa Maria a Marcelino Ramos. Foi desativada em 1996 e hoje encontra-se abandonada após sofrer um incendio em 1999.
Fonte: As Ferrovias do Brasil nos Cartões Postais e Álbuns de Lembranças-Gerodetti & Cornejo,Ed. Solaris,2005

A Vila Belga nos Primeiros Anos



Edificada entre 1901 e 1903 pelo engenheiro Gustave Vauthier quando este era diretor da Compagnie Auxiliaire. Foi inspirada em modelos arquitetonicos europeus que floresciam na França, Alemanha, Espanha e Bélgica naquela época. Na fotografia superior( 1908) aparece uma das ruas da vila e na inferior(1913) o armazém da Cooperativa dos Funcionários. A Vila Belga é considerada como o primeiro núcleo habitacional construído no Rio Grande do Sul e foi tombada pela prefeitura de Santa Maria. São ao todo 84 edificações.

Parte das Instalações Ferroviárias de Santa Maria

Santa Maria-RS foi escolhida como centro de convergencia das linhas férreas do RGS. Primeiramente a Auxiliaire e depois a V.F.R.G.S. lá mantiveram seu centro de operações, escritórios,oficinas e depósitos. Na fotografia superior aparece a secção de pintura e na inferior, o depósito das chamadas "cargas de pequeno porte". As fotografias são de 1912

Estação Férrea de São Gabriel - 1910

Este cartão postal aquarelado mostra a estação férrea de São Gabriel-RS que foi inaugurada em 1900 na Estrada de Ferro Rio Grande a Bagé no ramal Bagé-Cacequi. Foi desatuivada em 1978. Preservada e restaurada, atualmente sedia o Museu Gaucho da FEB.

Estação de Rio Pardo em Duas èpocas

Estas duas fotografia mostram a estação férrea de Rio Pardo em duas épocas. Na fotografia superior aparece a gare da estação por volta de 1895 e na inferior, durante a enchente de 1941. Sua construção iniciou em 1877 e sua inauguração somente ocorreu a 7 de março de 1883. Foi desativada como estação de passageiros a partir de 4 fevereiro de 1996 quando o último trem procedente de Uruguaiana por ela passou. com destino a Porto Alegre.

Ponte Mauá - Jaguarão - 1930

Estas duas fotografias mostram a ponte Mauá que liga a cidade de Jaguarão-RS a cidade uruguaia de Rio Branco. Na fotografia inferior observa-se a bitola dupla que servia aos trens de ambos os países. Ambas as fotografias são de 1930. O ramal de Jaguarão da Estrada de Ferro Rio Grande a Bagé foi desativado em 1980.